Em linha reta

Vista para o vale de Tremola


Para avançarmos, vezes há em que seguir uma linha reta não é o percurso mais adequado.

As leis da Física impõem-se nos mais diversos domínios e não deixam ignorar que somos parte de algo maior que nós.

Quando queremos subir, seja de bicicleta, trotinete ou de patins, seguir em linha reta é mais penoso.

Quando queremos descer, seja a pé, descalço ou de saltos altos, seguir em linha reta é mais perigoso.

Ziguezagueando, contudo, pode parecer que estamos sem norte, que nos estamos a desviar do destino, pode parecer até que estamos a desistir.

Ziguezagueando permite, apesar de tudo, olhar para o lado e apreciar o caminho percorrido, sem voltar as costas para de onde viemos.

Ziguezagueando ou não, o que importa é desfrutar do nosso caminho. Porque pode acontecer que nunca cheguemos a conhecer o nosso destino.


Advertisements